Livros

Desafios Literários 2014 – Janeiro

Desafio Literários Banner

Oi!

Início de março e… Realmente estou sem tempo! Como não posso publicar um post para cada vez que eu cumpro as metas dos desafios, decidi fazer um post em cada mês falado do geral. Estou atualizando o melhor que posso as listas. Então, quem quiser ver o que ando lendo e completando, pode esperar eu atualizar ou entrar no Skoob e ver o andamento das leituras.

Vamos começar pela Sopa de Letrinhas?! 

Eu consegui completar bastante letrinhas e li até alguns mangás para me livrar das mais difíceis. Acho que não é trapaça!

D – Dark Warrior Unleashed – Alexis Morgan

Eu sou apaixonada por uma outra série dessa mesma escritora chamada Paladins of Darkness, o que resultou em eu tentar ler outras coisas dela. Eu poço afirmar que comecei com o pé direito esse ano! Dark Warrior Unleashed é o primeiro livro da série Talions, é difícil explicar sobre o que se trata a série, não só por ser complexo no teor sobrenatural (que está mais para fantasia), mas sim pelo fato de ter lido já faz quase dois meses. Ranulf Thorsen é o lider dos Talions, que dentro da raça Kyth são os soldados. Um homem solitário, que vive nas montanhas, isolando-se do mundo moderno e da convivência mesmo com os de sua própria raça. Um dia convocado por sua amada Rainha, ele se depara com Kerry Logan. Kerry é linda, forte, uma improvável força a se contar e, sem saber, uma Kyth também. Kerry é do tipo que escolhe o perigoso em vez do calmo e sensato. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

– Escorted – Claire Kent

Quem ver o título + a capa desse livro logo acha que é mais um Cinquenta Tons de Cinza, mas peca ao pensar assim. Escorted conta a estória de uma escritora de livros eróticos sem um pingo de conhecimento prático, que se envolve com um prostituto do muito seu caro.  Lori é uma mulher decidida e forte, não quer fantasias, mas sim se livrar desse incomodo que é sua falta de experiência. Ander é um homem misterioso e muito profissional, que tem um relacionamento turbulento com seu pai e acabou fazendo da prostituição uma profissão de luxo. O livro faz algumas críticas ao gênero BDSM, então saiba que não tem nada sadomasoquista nesse relacionamento deles.

Eu adorei ler esse livro… Poucos livros que seguem essa linha são tão bem escritos como esse foi. A estória e os personagens são tão envolventes e bem fundados. Ainda há a jogada com o pseudônimo ‘Claire Kent’ usado tanto pela personagem quanto pela autora do livro. Foi impossível não ficar com o coração apertado e deliciada ao lê-lo. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

H – Her Dark Angel – Felicity Heaton

Esta série vem em um formato bem diferente do que é conhecido aqui no Brasil, a série é composta por 6 contos relacionados e curtos, publicados somente em formato digital (e-book). Her Dark Angel é o primeiro desses contos, com uma temática envolvendo anjos com Paris como plano de fundo, é rápido e cheio de romance. Conta a estória de Apollyon, o anjo que protege a boca do inferno e tem o costume de observar uma linda ‘mortal’ chamada Serenity, até o dia que por acaso ele é invocado por ela ‘sem querer’ e passa de observador à participante. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

L – Last Kiss Goodnight – Gena Showalter 

Gena Showalter é uma das minhas escritoras favoritas, ela é fantástica no quesito sobrenatural. Mas nessa série, ela embarca em um mundo futurista onde convivemos pacificamente com várias raças de extraterrestres. Esta série, Otherworld Assassin, é uma spin-off da série Allien Huntress. Na minha humilde opinião, muito melhor que a primeira! A série conta a estória de três amigos e agentes de uma sessão mais que desconhecida do governo, que trabalham em grandes e silenciosas operações que envolvem política extraterrestre.

Em Last Kiss Goodnight, somos apresentados a Solomon Judah (Solo), Corbin Blue (Blue) e John Sem Sobrenome. Todos extraterrestres e muito bem capacitados na profissão de assassinos. Eles tem uma nova missão, alguns extraterrestres estão sumindo e é dever deles descobrirem onde estão e quem é que está fazendo isso. Porém, uma bomba explode e Solo acaba acordando em uma jaula de animais de circo. E acaba se envolvendo com sua tratadora, Vika que deveria ser cruel, mas é a mais pura e ingênua pessoa com que ele já se deparou.

Eu recomendo muito que leiam esse livro. É bonito, escrito de uma forma quase lirica. Claro, que sendo um livro da G.S., teria uma pegada social. E isso ocorre por Vika sofreu muitos abusos desde de pequena pelo seu próprio pai. Antes de pensarem um pouco sobre isso, não é abuso sexual. Mas a forma doentia como o pai dela a tratava é angustiante. E Solo, que deveria ser o bicho papão, é como um raio de sol na vida dela. Há aquele sofrimento básico no final, mas é um final tipicamente feliz. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

– Queda dos Reinos, A – Morgan Rhodes

Eu irei ainda esse mês resenhá-lo. Eu diria que esse livro está entre As Crônicas de Gelo e Fogo e A Trilogia do Mago Negro. Tem romance, mas não tanto. Tem uma guerra e disputas de poder, mas não tão intensas. O livro é voltado ao publico juvenil e eu quero ler o mais rápido possível a continuação. Aviso logo que segue a linha “mato os personagens amados dos leitores”. Dê uma olhada neste livro no Skoob.

– Red Handed – Gena Showalter

Red Handed é um conto YA da série Allien Huntress. Tenho nem muito o que falar, mesmo que seja bem interessante. É que a série conta sobre pessoas que resolvem crimes. Nesse meio tem a AIR, a agência que cuida dos casos com extraterrestres, que tem vários policias e tals. Nesse conto, que está pra spin-off, fala como é o treinamento e recrutamento dessas pessoas. Isso contando pelo ponto de vista de Phoenix Germaine, uma ex usuária de uma droga chamada Onadyn. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

S – Nicolau São Norte e A Batalha Contra O Rei dos Pesadelos – William Joyce

Ele já foi resenhado aqui no blog, mas se tenho que comentar comentarei! É fantástico, bonito e encantador. Quem estiver interessado na resenha, clique aqui!

T – Ten in the Bin – N. R. Walker 

Ten in the Bin vem no mesmo formato do Her Dark Angel, mas as similaridades terminam aí. Ten in the Bin apresenta um relacionamento homo-afetivo entre dois jogadores, por hobby, de rugby. Ambos maduros e que reconhecem sua sexualidade, sem serem óbvios, e que carregam algumas cicatrizes do passado. O gênero tem um público bem grande nos States, e ganhou no decorrer dos últimos 3 anos um número substancial de fãs aqui no Brasil. Foi tanto para quebrar o preconceito contra o gênero e os homossexuais nos Estados Unidos que foi organizada uma coletânea chamada Don’t Read In The Closet, bem sutil esse titulo. Quem nem pode pensar nisso, nem tente ler, fique longe e repense seus ideais. Dê uma olhada neste livro no Goodreads.

W – White & Black – Kumiko Misasagi

Aqui está o primeiro mangá do ano! White & Black, além de ser lindo, conta a estória de dois anjos. Esses anjos que são colocados em duplas tem o dever de guiar as almas dos humanos, um anjo negro e um branco. O anjo negro para os corruptos e o branco para os puros (rimou). Só quanto mais almas se guia, mas velho o anjo se torna. E em um mundo cheio de corrupção e pecados quem está envelhecendo rapidamente é Eiji. Enquanto que Kouki começa a se desesperar com esse futuro negro adiante, ele e Eiji se apaixonam.

É triste, o final é feliz. Mas Eiji realmente desaparece, depois volta, mas sem lembranças. Eiji acaba por ser criado como sobrinho de Kouki, como um filho por assim dizer. Fala sobre amor unilateral, sobre desejos e sacrifícios. Eu sou uma grande fã de Shounen-ai, mas de vez em quando leio Yaoi. Esse mangá é um meio termo entre os dois, nada pesado como um Lemon. Como disse, lindo.

Shounen-ai, Yaoi, Lemon são gêneros de mangá.

52 Livros em 52 Semanas

Estou contado de domingo ao sábado, sendo assim tivemos 4 semanas. Das quatro semanas, somente uma eu li só um livro. Acabei, nas demais, escolhendo o livro que eu mais gostaria de falar. O que deu empate na 2ª, mas como eu já ia fazer uma resenha para o Norte, acabei não queimando os neurônios na decisão…

1ª Dark Warrior Unleashed – Alexis Morgan

2ª Last Kiss Goodnight – Gena Showalter

3ª Escorted – Claire Kent

Psicologia Hospitalar: Teoria e Prática (Livro Técnico)

Então, foi isso no mês de janeiro. Na última semana, que foi até dia 25, eu estava assistindo muitos doramas (minisséries, no caso, Coreanas) e acabei só lendo um livro. Psicologia Hospitalar é poético, muito interessante para que é da área e está iniciando. Este livro foi indicado para a turma do 1º Período de Fisioterapia, e eu acabei pegando de uma amiga e lendo por tédio (tem motivos obscuros também). Mas é um livro muito bem escrito, gostoso de ler. Com uma visão clara e concisa do sistema público de saúde, que diz que a acadêmia não prepara os alunos de psicologia para a realidade dos hospitais.

Beijos, May.

Anúncios

1 thought on “Desafios Literários 2014 – Janeiro”

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s