Livros, Resenhas

#MLI2015 – O bicho-da-seda, de Robert Galbraith (J.K. Rowling)

O bicho-da-seda

Olá,

O bicho-da-seda é o segundo volume da série Detetive Cormoran Strike, escrita por J.K. Rowling usando o pseudônimo Robert Galbraith. O primeiro volume, O chamado do cuco, foi resenhado sábado e você pode conferir o que eu achei do livro aqui. Primeiro que nem estava nos meus planos ler a continuação, eu já estava com todas as minhas leituras planejadas para esse mês por causa da Maratona Literária de Inverno 2015. E, apesar de eu ter algumas dúvidas sobre se gostei ou não do primeiro volume, queria muito ler a sequência e descobrir mais sobre o Cormoran e a Robin. Diferente de O chamado do cuco, eu tenho certeza absoluta que gostei de O bicho-da-seda e que a sequência não deixa nada a desejar. Estranho, agora eu ando sonhando com detetives em preto e branco…

“—O mundo todo escreve romances que ninguém lê.”

—Michael Fancourt, cap. 43.

Cormoran Strike tirou o pé da lama depois do caso Lula Landry, ele está profissionalmente bem e ainda é reconhecido mesmo tendo passado oito meses. Tem até uma lista de espera por seus serviços! Vale ressaltar que ele parou de dormir no escritório, mas alugou um apartamento/sótão no andar de cima e não é a pessoa mais querida da polícia. A única mulher que pode suportá-lo é sua assistente, Robin, que está quase definitivamente no escritório. Ele gosta da presença de Robin, tenta fingir que não percebe o quanto ela é bonita e a gana dela por ser mais ativa na resolução dos casos. Strike tem suas reservas se ela continuará depois do casamento, já que o noivo tem um desgosto enorme pelo detetive. Robin está chegando ao ponto da ruptura, seu noivo não entende sua paixão pelo trabalho e seu chefe começou a falar de trazer uma pessoa nova para ajudar. Depois que ela abriu mão de empregos que pagavam muito melhor para poder ficar com Strike, ela que ser treinada. Esses atritos são somente a ponta do iceberg, eles têm um caso de desaparecimento estranho que é impossível recusar (mesmo que o pagamento pareça pouco provável).

Leonora Quine procura Strike para achar seu marido; há dez dias que ele saiu de casa e o dinheiro está acabando; a filha sente saudade e tem alguém colocando merda de cachorro na caixa de correio. Owen Quine já sumiu outras vezes; Leonora não quer alarde, ela quer o marido em casa, mas nenhum dos amigos dele quer contar onde ele está. Owen não é um exemplo de marido nem um exemplo de pessoa; na verdade, ele é um grande filho da puta, mesquinho, cheio de delírios de grandeza. A aparente desculpa por sua falta de senso moral é porque ele é um escritor, como se ser escritor te colocasse na categoria excêntrico/idiota. A esposa diz que ele sumiu depois de uma briga com sua agente por causa de seu último romance que é impublicável, Bombyx mori (bicho-da-seda). Neste livro, Quine faz várias alusões perversas a pessoas reais e muito conhecidas no meio literário de Londres. Então quando Quine aparece brutalmente assassinado, assim como o herói de seu livro, todos que são mencionados no tal livro são aptos a serem o assassino.

O caso todo é ambientado em um mundo que a autora conhece muito bem e isso deu uma veracidade enorme ao caso e ao livro. Ela criou suspeitos inteligentes e, através do Bombyx mori, nos mostrou esses suspeitos vestidos de literatura e significados profundos. Cormoran e Robin não são grandes leitores ou suficientemente entendidos para fazer a interpretação da obra de Quine; eu gostei desse ponto em que a escritora não forçou. Robin faz uma parca análise em vista de sua meia-graduação em Psicologia, mas não é uma interpretação crítica nem nada. Sobre o assassino, dessa vez eu fiquei meio perdida. Galbraith conseguiu brincar com a minha mente até os 45 min. do segundo tempo e me faz trocar de suspeito três vezes – fora que o modo como foi montada toda a investigação me deixou sem fôlego. Eu não quero soltar spoiler, mas dar o prazer das descobertas quando vocês lerem. Leiam!


Ficha técnica:

Título: O bicho-da-seda (Detetive Cormoran Strike #2)

Autor: Robert Galbraith (J.K. Rowling)

Editora: Rocco

Páginas: 464

Ano: 2014

Sinopse:

“Quando o romancista Owen Quine desaparece, sua esposa apela ao detetive particular Cormoran Strike. No início, ela pensa apenas que o marido se afastou por alguns dias – porque ele já fez isso antes – e quer que Strike o encontre e o traga para casa. Mas, à medida que Strike investiga, fica claro que há mais no desaparecimento de Quine do que percebe a mulher. O romancista acabara de concluir um manuscrito retratando de forma venenosa quase todos que conhece. Se o romance for publicado, destruirá a vida de muitos. Muita gente, portanto, pode querer silenciá-lo. Quando Quine é encontrado brutalmente assassinado em circunstâncias bizarras, começa uma corrida contra o tempo para entender a motivação de um assassino impiedoso, um assassino diferente de qualquer outro que Strike já viu. Romance policial que se lê compulsivamente, com guinadas a cada virada de página, O bicho-da-seda é o segundo de Robert Galbraith numa série muito aclamada apresentando Cormoran Strike e sua decidida jovem assistente Robin Ellacott.”


Beijos, May.

Anúncios

2 thoughts on “#MLI2015 – O bicho-da-seda, de Robert Galbraith (J.K. Rowling)”

  1. Primeiro, tô passada que J.K escreveu um livro com outro nome. Essa mulher arrebenta, e eu aqui, nem sabia disso hahaha.
    Segundo: to realmente MUITO desinformada, senhôôr! Adorei, fiquei morrendo de vontade de ler, tipo o Chamado do Cuco (?) ~ que eu não sabia que era dela :’) mas que também estou com vontade de ler, e acho até que entendi o porque dela ter feito isso, a principio. Quando Morte Súbita foi lançado, as pessoas esperavam demais do livro por ser da J.K e eu li muitas críticas negativas sobre o livro :/ enfim, adorei o blog!!
    Um beijo, Lê.

    osbeneficiosdebebercafe.wordpress.com ~ meu blog é novo, se puder dar uma olhada, tem post novo sobre filmes :)) adoraria um recadinho ^-^ beijinho.

    Curtir

    1. Oi Lê,
      Juro que li seu comentário e tinha respondido, mas aparentemente eu estava viajando e esqueci de responder. Essa série você tem que começar por O chamado do cuco e depois passar para O bicho-da-seda, mesmo que o livro tenha final defenido. Eu realmente gostei dessa série, não sou a maior fã de J.K. Rowling, mas adorei O bicho-da-seda. Recomendo que vc leia minha resenha de O chamado do cuco, falo um pouco sobre esse detalhe do pseudônimo. Concordo com vc, muita crítica ruim em cima do Morte Súbita.
      Já estou te seguindo, viu! Adorei seu blog. Boa sorte, novata!
      Beijos, May.

      Curtir

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s