Livros

TAG Stephen King – 1 Mistério (por Vlaxio) ^_^

Saudações, meus caros bookaholics!

Cá estou, Vlaxio, para fazer valer o ditado ‘quem é vivo, sempre aparece’. Não satisfeito em ressurgir das cinzas como uma deusa fênix, fui incumbido pela Tashiro de responder uma TAG, porque né, “that’s what she said”, HUEHUEHUEHUE [aposto que ninguém vai entender essa].

Escolhi responder a TAG Stephen King, que encontramos no blog Meu Mundo em Páginas (bem legal, podem checar). A TAG foi originalmente criada pelo blog Livros de Calla (que também é muito bom). Inicialmente, eu pensei que as perguntas orbitariam em torno exclusivamente das obras do Stephen King, mas na verdade a TAG apenas usa os livros do Mestre do Terror para ambientar as perguntas, então tudo fica mais fácil e interessante.

Deixando a lengalenga de lado, podemos começar.

Shall we?

Carrie, A Estranha | O primeiro livro que você se lembra de ter lido

Olha, considerando que minha memória é tão boa quanto à da Vanusa cantando o Hino Nacional, eu posso dizer que nunca vou lembrar do primeiro livro que eu li. Mas a pergunta se refere ao primeiro livro que eu me lembro – e que não necessariamente precisa ter sido o primeiro que eu li –, por isso, eu tenho duas respostas. A primeira é a Bíblia. Surprise, Modafocas! Sim, eu li a bíblia três vezes, nessas leituras anuais que a igreja obriga a gente a fazer. Mas, como eu não considero essa uma resposta válida para a TAG, minha segunda reposta é ‘A Gangue e o 5 S’, do Wagner Matias de Andrade, que fala sobre um grupo de amigos tentando ser organizados, conscientes e blábláblá. Isso só me faz perceber como eu parecia ser uma criança boa naquela época, tsc tsc tsc, bons tempos…

capap22ampliada

O Pistoleiro | O primeiro livro de uma série que você ama

Por mais que eu queira ser original, eu não vou mentir só pra parecer cool. Minha série favorita é Harry Potter, e, portanto, o livro é ‘A Pedra Filosofal’, da J. K. Rowling. Vou logo avisando que não acho a melhor série já escrita, mas a predileção não tem a ver estritamente com a qualidade da obra, mas como os aspectos que levam um indivíduo a gostar de determinada coisa. Sabem aquele ditado “O amor é cego”? Pois é…

81PH0AhrupL__SL1239_

Canção de Susannah | Um livro que tenha uma personagem feminina marcante

Essa foi bem óbvia pra mim. Apesar de eu considerar a Hermione Granger uma personagem marcante, existe uma mulher que eu conheci num livro que li esse ano, e ela é inesquecível. Essa mulher é a Pilar, personagem de ‘Por quem os sinos dobram’, do Ernest Hemingway. Pilar é a mulher mais durona que eu já encontrei num livro. Meio cigana, meio puta, meio mãe, ela possui – ou diz possuir – habilidades de previsão do futuro. Lê a mão das pessoas e também consegue sentir o cheiro da morte. É uma mulher extraordinária, em todos os sentidos. Todos a odeiam e a amam na mesma medida, e, acima de tudo, respeitam-na sem questionar. É uma megera e uma doce senhora. Seu humor é mais cambaleante que bêbados em dia de tourada. É, na minha opinião, uma mulher-coringa, que representa as facetas caleidoscópicas de todas as mulheres. A densidade dessa personagem faz o leitor se curvar diante da magistral narrativa do Hemingway, e respeitá-lo um pouco mais. É uma personagem não apenas completa, mas inigualável, dessas que a gente encontra uma vez ou outra, e nunca esquece. Pilar certamente fez o livro valer a pena, e eu o leria inteiro novamente só por causa dela.

por-quem-os-sinos-dobram

Doutor sono | Uma sequência publicada anos depois

A palavra “sequência” nesse item dá uma sensação de série de livros, mas eu vou encará-la de outro jeito. Minha resposta não é um livro que pertence a uma série, mas se refere a um personagem específico que pertence a alguns livros esporádicos. Esse personagem é o Robert Langdon. Para o requisito desse item, faço a comparação do ‘Código Da Vinci’, que foi publicado em 2003, e cujo personagem principal era o próprio Robert Langdon. Sabe quando o Langdon voltou a aparecer? SEIS ANOS DEPOIS, em ‘O Símbolo Perdido’, do Dan Brown, no ano de 2009. Esse hiato foi muito longo para quem, assim como eu, se tornou fã das teorias de conspiração do autor.

Capa

Escuridão total sem estrelas | Um livro de contos maravilhoso do começo ao fim

Fácil. ‘Histórias Extraordinárias’, do Edgar Allan Poe. Muita gente diz que dá medo ler os contos desse livro, mas eu não diria isso. Está mais para uma sensação de angústia, de paranoia. Desde o primeiro conto até o último é possível se divertir com a escrita impecável e uma propriedade literária assombrosa. Uáu, deu até vontade de ler novamente. Acho que é uma boa hora pra isso…

HistoriasExtraordinarias_eap1981

Duma Key | Um livro com uma amizade memorável

Essa foi um pouco mais difícil. Porque tem muitas amizades legais em livros. Nenhuma escolha é errada para essa questão. Eu escolho, então, a amizade entre Fisco e Jaiko, de ‘O Grande Labirinto’, do Fernando Savater. Eu já cheguei a mencionar aqui que esse é um dos meus livros favoritos, mas ele é bem pouco conhecido – pelo menos ninguém que eu conheça pessoalmente já leu. A amizade dos dois fica evidente quando eles precisam viajar no tempo para salvar suas famílias de um jogo mortal. E aquela confissão no final, minha gente? Morro toda vez…

81WocPPpDRL__SL1500_

A maldição do cigano | Um livro ‘magro’ (pequeno) e ótimo

Fácil também. ‘A Insônia do Vampiro’, do Ivan Jaf. Ele é um autor português, se me recordo bem, e esse livro tem apenas 138 páginas, sendo que muitas delas possuem ilustrações – pode até ser confundido com uma graphic novel, mas é um livro normal mesmo. E a história é surpreendentemente boa. Na verdade, quando li esse livro pela primeira vez, eu estava com muita preguiça, e por isso o escolhi, posto o baixo número de páginas. Me surpreendi muito, e não me arrependo nem um pouco de tê-lo lido. Recomendo.

9122SvtLSUL__SL1500_

Mago e Vidro | Um livro com um casal lindo

Ari e Dante são um casal lindo, e acho que muitos de vocês podem concordar com isso. O livro é o ‘Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe’ (Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo, coloquei em inglês porque foi a língua em que eu li), do Benjamin Alire Sáenz. Eu definitivamente indico esse livro se você ainda não leu. Vai te deixar mais feliz, sério.

71Ha8X7iAjL__SL1281_

Jogo perigoso | Um livro que você se sentiu angustiado ao ler

Eu vou indicar aqui um livro, mas na verdade toda a série é uma angústia só. Para quem acompanha As Crônicas de Gelo e Fogo, angústia é apenas um dos sentimentos que nos espreitam a todos os momentos. Vou colocar nesse item justamente o primeiro livro da série, ‘Guerra dos Tronos’, do George R. R. Martin (vulgo Pica das Galáxias). Acho que a saga dispensa apresentações, então vocês já sabem como é. Mas esse livro em específico é angustiante por causa de toda a história do Ned Stark e talz…

515dEL-sQ7L

A Torre Negra | Um livro que você leu com dó de terminar

Esse é um item capcioso, porque eu basicamente leio todos os livros com dó de terminá-los. Mas como preciso escolher um só, tentei pensar em um livro que esse “dó” foi bem forte. Escolhi ‘Every Day’ (Todo Dia), do David Levithan. Gente, na minha opinião, aquele livro tinha que ter 2.000 páginas… Tive muito dó, porque eu queria mais, muito mais, ad infinitum. Enfim, entenderam, certo?

41T+up9e7hL

Aqui acaba a TAG Stephen King. Foi bem divertido responder esses itens, e relembrar algumas histórias que eu quero ler novamente. Sintam-se à vontade para responder as suas escolhas, e podem aguardar mais TAG’s num futuro próximo.

Há braços.
Témaisvê!

~ Vlaxio

Anúncios

10 thoughts on “TAG Stephen King – 1 Mistério (por Vlaxio) ^_^”

  1. I’m the boss, bitch!

    Fãs de HP sempre dão um jeito de falar de HP, não importa o quão clichê seja.
    Eu gostei muito das suas respostas, mas Ari e Dante é… ahhhhhh… tão lindo que tornou sensacional a tag toda! Adorei essa pergunta e a resposta, teria respondido com o mesmo casal. Mesmo que eu ache que eles foram claramente manipulados pelos pais.

    Bjs

    Curtir

    1. Oi, Ana… você precisa dar uma chance a esse livro. Quer dizer, eu não sei se você vai gostar como eu, mas já te adianto que ele está longe de ser uma história ruim. Vale a pena o tempo gasto nele… Foi um dos primeiros livros que li na vida, e ele ainda continua bem firme na minha lista de favoritos. =)

      Curtido por 1 pessoa

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s