Livros

RESENHA – A arte do descaso, Cristina Tardáguila

Foi na 5ª edição da Turnê Intrínseca que finalmente consegui ganhar no sorteio dos livros, cerca de 400 pessoas participando e uns 24 livros para serem sorteados e desta vez fui um dos que teve a sorte de ganhar. O livro foi ‘A arte do descaso’, de Cristina Tardáguila. Eu não conhecia o livro ainda, mas logo me interessei por sua proposta: livro nacional sobre a história do maior roubo a museu do Brasil, algo um pouco diferente do que costumo ler e ultimamente eu tenho saído bastante da minha bolha de leitura e arriscado temas novos.

 Demorei um pouco para começar a ler ele, havia alguns outros na fila de prioridade. Este mês resolvi começar sua leitura e me surpreendi. O livro não era exatamente como eu imaginava, mas não foi algo no sentido ruim e sim bom, muito bom até.

descaso

 

 

A arte do descaso

Cristina Tardáguila

R$ 26,31 até R$ 37,90

Ano: 2016 / Páginas: 192
Idioma: português
Editora: Intrínseca

 

 

Em pleno Carnaval, quatro homens invadiram o Museu da Chácara do Céu, no bairro de Santa Teresa no Rio de Janeiro, e roubaram cinco obras de arte: um Dalí, um Matisse, um Monet e dois Picassos, cujo valor estimado, na época, ultrapassava 10 milhões de dólares. Naquela tarde de 24 de fevereiro de 2006, os ladrões, de posse de uma granada, renderam os três seguranças, desligaram o sistema de câmeras de vigilância e fizeram nove reféns. Um dos invasores subiu em um móvel histórico para, com uma faca, cortar os fios de náilon que seguravam um dos quadros. Meia hora depois, saíram pela mata para nunca mais serem vistos. Até hoje se trata do maior roubo de arte do Brasil e do oitavo do mundo.
Decidida a desvendar o mistério, a jornalista Cristina Tardáguila chegou a se colocar em situações de risco a fim de encontrar respostas. Em sua jornada, ela viajou para a Europa e mergulhou no mundo obscuro dos crimes de arte. A partir de meticulosa apuração dos eventos, muito maior do que a da própria polícia conseguiu levantar, a autora produziu uma narrativa vibrante, cheia de reviravoltas dignas de um thriller, construída apenas com fatos.

 O livro conta a história de sua própria autora em busca de desvendar o não solucionado roubo ao Museu da Chácara do Céu, no Rio de Janeiro. Cinco grandes obras roubadas em plena tarde de carnaval: um Dalí, um Matisse, um Monet e dois Picassos. Cerca de 10 milhões de dólares em obras de arte num roubo não solucionado. Cristina pega o caso para si e começa a estudá-lo e buscar desvendar o mesmo, seu livro relata toda sua busca por conhecimento no assunto e no caso em si para poder tentar abrir novas linhas de investigação e quem sabe chegar a encontrar as obras.

 — Roubo de arte não é um crime pequeno, entendam isso de uma vez por todas. Estimativas muito conservadoras divulgadas pelo FBI em 2004 indicam que o roubo de arte gira em torno de 6 bilhões de dólares por ano em todo o mundo. Seis bilhões – enfatizou Noah diante de uma plateia com cerca de quarenta pessoas. – Isso o transforma no terceiro crime mais lucrativo, atrás apenas do tráfico de drogas e de armas. Não ignorem esse dado daqui em diante, por favor.

 O livro se torna uma grande crítica à toda essa situação sobre o roubo de arte pelo mundo, nos dando maior conhecimento sobre o assunto que é grande e quase não temos acesso a essas informações. Faz uma crítica maior ainda, justamente por causa dessa falta de conhecimento e importância, ao descaso que é dado a tudo isso, peças históricas e de valores inestimáveis que não recebem destaque algum, pois as pessoas não dão a devida importância, é muito mais impactante falar sobre homicídios ou tráfico de drogas. Literalmente A arte do descaso.

 Uma leitura curta e de fácil compreensão, trazendo um ótimo conhecimento a quem o lê, se tornou mais uma boa recomendação minha para vocês leitores, da minha querida Editora Intrínseca.

 Roh.

Anúncios

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s