Clube do Livro Saraiva Manaus, Livros, Resenhas

|RESENHA| Guerra do velho, de John Scalzi

SAMSUNG CSC

Olá,

Eu não sei explicar qual foi o bicho que me mordeu, acho que foi mais uma coisa de eu raramente ler livros de ficção-científica e acabar tão impressionada. Tão impressionada ao ponto de precisar vir desesperadamente falar sobre esse livro, mesmo que eu não faça a mínima ideia de como fazer isso bem o suficiente para conseguir passar com totalidade a experiência de ler Guerra do velho.

“No meu aniversário de 75 anos fiz duas coisas: visitei o túmulo da minha esposa, depois entrei para o exército.”

– John Perry, p. 13

Alguma vez você leu algum livro que te ganhou logo na primeira frase? Eu já sabia que em algum nível esse livro seria muito bom, teria um toque de humor e, óbvio, iria me agradar. Ser muito bom não foi o que me impressionou de fato. Agora, a forma em que a estória se desenvolve, o universo recriado pelo autor, como ele explorou a velhice e a oportunidade de uma nova vida, isso sim foi muito impressionante. Além de que o protagonista, John Perry, conseguiu me ganhar ao manter certos princípios que poderíamos dizer que fazem de nós humanos. E não só por isso, mas também a forma como ele é devoto à esposa falecida. Ele é muito saudoso ao lembrar dela, da vida feliz que eles tiveram e de como o casamento foi uma união que retrata uma certa estabilidade muito desejada na nova vida dele.

Acho que esse é aquele tipo de livro para você descobrir sozinho, nada de caçar spoilers por aí. O livro vai te atiçar para encontrar as respostas e assim a leitura flui. Facilmente você vai se sentir conectado com o John e sua forma de humor. O autor soube manter um certo requinte humorístico nas descrições do John, conseguiu manter as características principais dele mesmo quando o protagonista evoluiu. Um dos pontos altos das descrições do John é quando ele entra em certos padrões. Como, por exemplo, quando ele começa a descrever as mortes dos amigos e colegas de esquadrão. No fim, eu compreendi que é sua forma única de humor [negro] e como — mesmo com corpos aprimorados — a vida pode escapar num estalar de dedos.

E o que você precisa saber sobre esse livro inicialmente?

A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis –- e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD — Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar.

Coisas interessantes:

  • O autor se inspirou no escritor Robert Heinlein, de quem ele é muito fã. Sendo que seu livro muitas vezes é comparado a Tropas Estelares, de Heinlein;
  • O canal SyFy está produzindo uma série, chamada Ghost Brigades, como adaptação do livro;
  • The Ghost Brigades é o título da continuação de Guerra do Velho, sendo a série um total de 5 livros;
  • A Paramount já comprou os direitos para levar a história para as telas do cinema; e,
  • John Scalzi ganhou diversos prêmios, entre eles o John W. Campbell de Melhor Escritor Estreante com Guerra do velho.

Ainda não se convenceu?! Que tal dar a palavra ao pessoal da Editora Aleph:


FICHA TÉCNICA

91vurgrcd7lTítulo: Guerra do velho (Old Man’s War #1)

Autor: John Scalzi

Editora: Aleph

Edição: 1ed.

Ano: 2016

Páginas: 368

Skoob: Adicione!

Compre: Amazon


Beijos, May.

Anúncios

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s