Resenhas

Paixão ou reputação: Onze leis a cumprir na hora de seduzir, de Sarah MacLean

Olá, leitores!

Chegamos ao fim de mais uma série de Romances de Época da Editora Arqueiro, eu já havia dito que este ano muitas delas se encerrarão e, para o ano que vem, podemos esperar coisas completamente diferentes. Damos adeus hoje à trilogia Os número do amor, da querida Sarah MacLean. Peço, gentilmente, que leiam as resenhas de Nove regras a ignorar antes de se apaixonar e Dez formas de fazer um coração se derreter. Para aqueles que têm pressa, tentarei fazer uma panorama geral de onde nosso livro de hoje se encaixa.

Título: Onze leis a cumprir na hora de seduzir (Os números do amor; 3)

Autor (a): Sarah MacLean

Editora: Arqueiro

Ano: 2017

Páginas: 331

Skoob: Adicione

Compre: Amazon | Saraiva

Onze leis a cumprir na hora de seduzir está muito amarrado aos dois primeiros livros, tanto que nem posso discutir muito dele com o medo de liberar vários spoilers. No primeiro livro da trilogia, o que desencadeia a proximidade do casal protagonista é o fato que o Gabriel St. John necessita da boa reputação de Calpúrnia Hartwell para ajudar a meia-irmã italiana, Juliana Fiori, a ser aceita pela alta-roda. Neste mesmo livro, temos Juliana e Simon Pearson, duque de Leighton, tendo seus primeiros encontros e as primeiras desilusões acerca da identidade um do outro.

— Sinto muito, senhor. Estou quase certa de que não temos permissão para conversar.

Ele deu um sorrisinho torto, enviando uma onda de calor por ela.

— Só quase certa?

— Tenho praticamente certeza. Sou nova em Londres e ainda não aprendi todas as suas regras, mas acho que me lembra de algo a respeito da necessidade de sermos apresentados. — Os olhos azuis dela brilharam.

[…]

— Bem, eu odiaria colocar uma dama em um perigo tão iminente. Portanto, vou embora, mas espero que em breve tenhamos motivo para uma apresentação adequada.

Por um curto momento, ela pensou em chamar Callie ou Mariana para fazer as apresentações, mas teve certeza de que não se fazia essas coisas. Em vez disso, piscou para o homem dourado.

— Vou esperar o mesmo.

Nove regras a ignorar antes de se apaixonar

Já no segundo volume, os acontecimentos são desencadeados a partir do pedido de Simon a Nicholas St. John para que encontre sua irmã. Nick sai em busca da irmã de Simon e acaba se deparando com um refúgio de mulheres, e com um segredo que abalará a boa reputação da família de Simon. E este segredo rege as ações de Simon no último livro da trilogia, mesmo que ele não fosse o ‘Duque do Desdém’, precisa encontrar uma noiva com pedigree para estabilizar o impacto do escândalo.

Ela quis mais do que podia ter.

Ela o quis, e mais do que isso… ela quis que ele a quisesse.

Em nome de algo maior que do que a tradição, mais ousado do que a reputação, mais importante do que um título tolo.

Onze leis a cumprir na hora de seduzir, p. 197

Essa noiva não é a impulsiva, aventureira e ” um escândalo prestes a estourar” Juliana Fiori, bem longe disso. Uma amante, talvez. Mas como esposa, impossível. Suas origens duvidosas fazem dela quase uma bastarda. Filha de um mercador, sem sangue nobre, plebeia no seu âmago e com uma mãe tão escandalosa, Juliana não tem chance alguma. E isso machuca Juliana profundamente, porque ela não pode fugir de quem é. Ela quer Simon, quer que ele a queira pelo que ela é. E a única coisa que recebe dele é sua arrogância ducal, seu desdém e comentários insensíveis. Entretanto, nem sempre foi assim.

— Suponho que não deveria ficar surpresa. Às vezes acho que os aristocratas ingleses são um círculo do inferno.

Onze leis a cumprir na hora de seduzir, p. 185

O título original deste livro é Eleven Scandals to Start to Win a Duke’s Heart, que é mais ou menos do que se trata este livro. Juliana não foi criada presa aos costumes da nobreza inglesa, e nem gosta muito deles. Ela tende a ir contra todas essas regras, mesmo sem querer. O que acaba com ela quase começando vários escândalos e indo contra inúmeras convenções. Em cada capítulo, Juliana quebra uma das boas práticas associadas à reputação e postura de uma verdadeira dama. E Simon, por consequência de seu pedido a Nick, irá ajudar a manter Juliana mais ou menos longe dos escândalos.

— Já superei ameaças muito piores à minha reputação do que você, Srta. Fiori. Não pense nem por um instante que vai levar vantagem. A tentação não é páreo para a reputação — ele fez uma pausa. — Quer os seus dez dias? Fique com eles. Dê o seu melhor.

Onze leis a cumprir na hora de seduzir, p. 120

Todavia, Simon acaba preso a uma aposta para determinar o que prevalece: paixão ou reputação? Ele está bem certo de que a reputação sempre vence, mas Juliana tem certeza que sem paixão na vida, muito além da carnal, não somos nada. Deixe-me adiantar que as coisas não serão nada fáceis para o Simon, e que ele quebra muito a cara só pelo tanto que ele fez Juliana e eu sofrermos. Sabe quando você quer algo muito, com todas as forças, mas se enterrou em um buraco sem fim? Esse irá ser um dos grandes dilemas do Simon. Então, de fato, ele irá sofrer também.

— Agora você está considerando as consequências. Eu sempre seria o seu escândalo, Simon. Nunca inteiramente digna.

— Isso é ridículo. É claro que você seria digna.

[…]

— Não, não seria. Não aos seus olhos. E chegaria o dia em que não seria digna aos meus. — Enquanto falava, ela finalmente entendeu o que queria de sua vida. De seu futuro. — Eu mereço coisa melhor. Eu mereço mais.

Onze leis a cumprir na hora de seduzir, p. 292

O livro tem uma questão de reflexão muito importante: eu vou me subjugar a uma pessoa por amor, mas que não me respeita? De certo, o Simon tem muito mais do que a arrogância típica de seu título contra ele nesta história, mas a ignorância dos problemas dele por parte da Juliana acaba abrindo um abismo ainda maior entre eles. Ela se sente pequena, triste, desiludida, desesperada e tantas outras coisas ruins. Ela é do tipo que brilha, ilumina por onde anda, mas o ar de Londres sufoca e o que ele sente por Simon também.

Onze leis a cumprir na hora de seduzir foi um complemento perfeito para a trilogia, e um final digno para nós, fãs da autora. Diferente de muitas séries de Romances de Época por aí, até recomendo que leiam os livros na ordem para não perderem informações importantes. Vocês já devem saber que eu sou bem apaixonada pelos livros da Sarah MacLean, fico muito feliz que as séries dela estejam sendo publicadas no Brasil. Uma pena ela não ter mais livros…

Beijos, May.

Anúncios

4 comentários em “Paixão ou reputação: Onze leis a cumprir na hora de seduzir, de Sarah MacLean”

  1. Ela tem apenas esses três May?
    Eu tenho que anotar os títulos e autores de romances de época, confundo mesmo. 🙈
    Só a Lucy Vargas e a Julia Quinn que eu nunca confundo.
    Então, tudo indica que começarei com ” Um Acordo de Cavalheiros”.
    Logo depois quero ler “O Amor nos Tempos do Ouro”.

    Curtir

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s