Resenhas

Resenha: Operação Red Sparrow, de Jason Matthews

Às vezes nem uma adaptação usando uma grande estrela do cinema consegue se igualar a um bom livro. Não adianta usar a Jennifer Lawrence para vender o filme se a personagem principal não possui a essência da personagem do livro. Mas a atriz interpreta seu papel muito bem, pena que o papel não é fiel a seu livro.

redsparrow_1

Para falar deste livro primeiro, preciso contar a vocês que ele já havia sido lançado uns anos atrás, só que com o nome de Roleta Russa e uma capa diferente, que, diga-se de passagem, era bem mais bonita. Agora com o filme, o livro foi relançado com essa mudança de nome e capa filme, vermelha demais. Too much.

Deixando um pouco o filme de lado, vamos para o que mais importa, o livro.

Quando eu recebi Operação Red Sparrow me veio logo à mente a lembrança de Sr. e Sra. Smith. Que é um filme que gosto bastante. Então já fui lendo com a empolgação. As coisas são um pouco diferentes, adicionado com mais mortes, sangue e essas coisas.

Começamos o livro ao ponto de vista de Nathaniel Nash, que está indo encontrar um dos informantes mais importantes que a CIA possui no SVR. Este encontro não sai tão bem quanto deveria e acaba chamando um pouco de atenção indesejada, Nash pode se prejudicar devido a isso, seu informante é valioso demais e eles não podem perder o contato.

Em outra ponta da historia temos a jovem Dominika, que é diagnosticada com atributos sinestésicos, ou seja, ela consegue perceber sons, letras ou números como cores. Com isso Dominika tem certa facilidade para dançar, apenas seguindo as cores que vê enquanto a música toca. Seguindo assim uma carreira de bailarina.

A carreira de bailarina é bem concorrida e as pessoas fazem de tudo para conseguir, é assim que Dominika sofre um “acidente” no palco e quebra a perna, acabando com sua carreira no balé. Não sendo pouco ela também acaba perdendo seu pai. Com todos esses acontecimentos apenas nos capítulos iniciais, Dominika se vê encurralada em ter que aceitar uma proposta de seu tio.

Tudo começa como um pequeno favor ao tio, ir a um lugar, encontrar um homem e seduzir ele. Então ela acaba na cama com este homem em cima dela sendo degolado por um garrote por uma sombra que ela não reconhece, jorrando sangue em cima de seu rosto e tudo isso com seu membro ainda dentro dela. Neste nível seguimos a história, Dominika entrando para a escola de Pardais, agentes secretos especializados em seduzir o inimigo. Nada é fácil para ela.

Uma linda e sedutora mulher, inteligente e com seus próprios ideais sai em busca de vingança e de sua própria sobrevivência e seu caminho se cruza com o de Nash, será que assim tudo pode mudar? Agentes secretos, política, máfia, briga por poder e quem sabe um romance no meio disso tudo, ou seria tudo parte do jogo de especialistas na arte de seduzir e enganar?!

A leitura é entretenimento garantido, o filme deixa muito a desejar.

Bjs e até a próxima!

Anúncios

8 comentários em “Resenha: Operação Red Sparrow, de Jason Matthews”

  1. Eu nem sabia que tinha livro desse filme, parece bem interessante e meio nojento, concordo com você sobre a capa, pode dar algum spoiler dos motivos do tio dela para fazer esse tipo de proposta?

    Curtir

  2. Rapaz… esses livros com essas capas parecem ser tão “Baratos” e olha que eu só gosto de farofa. A menina com esse diagnóstico dela parecer ser bem interessante; que tal dropar algo pra tentar ter essa sensação? Cruzes.; Eu não consigo curtir a Jennifer… vou tentar ver outros filmes dela pra ver se ela me convence (esse não porque eu não gosto de filme violento);

    Curtido por 1 pessoa

  3. Vou te contar que vi o trailer desse filme três vezes no cinema qdo fui assistir outros filmes porem não me chamou atenção, pois é um tipo de história que eu nao curto e tbm não sou muito fã da Jeniffer Lawrence.

    Curtido por 1 pessoa

    1. É uma boa leitura mana, o filme eu achei chato e violento demais. Por exemplo no início quando sabotam a carreira dela ela vai lá e sabota a da outra tbm. No filme ela vai e mata a mulher com a bengala dela a pancadas. Forte demais a cena, desnecessária. Transformou uma cena q mostrava uma personagem inteligente e estratégica em alguém violenta e descontrolada

      Curtir

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s