Resenhas

Resenha: Correspondentes, de Vários Autores

Olá, leitores, tudo tranquilo ?

Nem apenas de texto e redação vive um jornalista, e para provar isso trouxe como resenha desse mês Correspondentes, da editora Globo Livros em parceria com o Memória Globo.

Antes de começar a ler esse livro, na minha cabeça alguém que trabalhava cobrindo os maiores acontecimentos do mundo devia ter uma grande bagagem jornalística, mas foi logo no relato de Sandra Passarinho — primeira correspondente da Globo —, que eu entendi que, apesar da pouca experiência, o que faz a profissão ser admirada é justamente a vontade de mostrar e encarar a realidade.

WhatsApp Image 2019-09-10 at 16.43.37

Nos dias atuais é muito mais fácil a prática da profissão; você pode criar um blog e fazer jornalismo independente, por exemplo. Mas há mais ou menos quarenta anos, isso era quase impossível, e enquanto ficávamos em frente à televisão assistindo a matérias e reportagens sobre os maiores momentos políticos, eram os correspondentes em um tempo sem celular e sem internet que se desdobravam para conseguir as melhores informações para o público.  

O trabalho do repórter de televisão é catalisar com palavras a força das imagens em qualquer cobertura

Luís Fernando Silva Pinto

Por meio de narrativas, o leitor é levado a conhecer os bastidores de grandes acontecimentos, a exemplo da queda do muro de Berlim, com cobertura feita pelo jornalista Pedro Bial. Apesar de ser um livro voltado para reportagens e matérias de importância para o público, também são descritas as personalidades e dificuldades que cada profissional vivenciou antes do título de correspondente, como a falta de experiência, a distância de casa, a língua, cultura e o que ser um comunicador brasileiro significa em outros países.

Com mais de 100 histórias, Correspondentes conta com Caco Barcellos, César Tralli, Edney Silvestre, Ernesto Paglia, IIze Scamparini, Jorge Pontual, Lucas Mendes, Luis Fernando Silva Pinto, Marcos Losekann, Marcos Uchoa, Pedro Bial, Renato Machado, Ricardo Pereira, Roberto Feith, Roberto Kovalick, Rodrigo Alvarez, Sandra Passarinho, Sergio Motta Mello, Silio Boccanera e Sônia Bridi, que por meio de imagens e bastidores nos levam a vivenciar grandes momentos da história pelo mundo. Além disso, o livro possui um bônus, o QR–Code, que em cada reportagem permite que o leitor seja direcionado para um hotsite com entrevistas, galeria de fotos e reportagens exclusivas.

Para os estudantes de jornalismo e os amantes de boas histórias, faço o convite para a leitura da obra que me prendeu pela curiosidade e por cada olhar de reportagem explorada.

Por hoje é isto, galera.

Até loguinho ❤


O LIVRO

Título: Correspondentes

Autora: Vários Autores

Editora: Globo Livros

Ano: 2019

Páginas: 532

Adcionar: Skoob

Comprar: Amazon

7 comentários em “Resenha: Correspondentes, de Vários Autores”

  1. Oi Elânny!
    Nunca tinha parado para pensar sobre a diferença do jornalismo de hoje com o de antigamente, todos os percalços que passavam para que a noticias chegassem a todos quando a tecnologia daqueles tempos era bem diferente da atual.
    Ótima resenha, fiquei bem curiosa quanto ao livro.
    😉

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que bacana essa resenha Elânny, eu acredito que você tem que amar o que faz e se especializar nisso. Podem até me criticar, porem acho um absurdo pessoas se intitulando profissionais sejam jornalistas, médicos ou qualquer uma sem ter estudado para isso.
    Deve ter cada história melhor que a outra pois são correspondentes maravilhosos, já anotado como quero. Obrigada e no aguardo da próxima.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Também não gosto muito da ideia de se intitular algo que não é, ainda mais em minha profissão onde dizem que para ser jornalista não precisa de diploma. São histórias incríveis mesmo, Joyce. Espero que curta ♡

      Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Elanny!
    Sempre achei muito interessante o trabalho dos correspondentes, e naquele tempo então?! Quanto trabalho.
    Eu já li dois livros do Rodrigo Alvarez que tbm é correspondente da Globo, um sobre Maria Mãe de Jesus, e Nossa Senhora de Aparecida, ambos são lindos, com fotos antigas e atuais.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá!
    Então, a Rede Globo pode ser muitas coisas, mas temos que admitir que sempre teve os melhores jornalistas.
    Vi algo parecido recentemente, mas não foi detalhado, foi um apanhando de grandes momentos que os jornalistas (muitos dos citados na resenha), participaram de grandes acontecimentos dentro e fora do país.

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Gostou? Não gostou? Deixe seu comentário, vamos ficar muito felizes em respondê-lo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s