Resenhas

Resenha: A confissão da Leoa, de Mia Couto

Com personagens baseados em pessoas reais, repletos de subjetividades e que relatam os acontecimentos pela ótica local africana de um morador do norte de Moçambique, vemos em A confissão da Leoa situações sobre as tradições locais – a religiosidade, os costumes e a memória, e como esses fatores contribuem para o silenciamento e violência feminina. Continue lendo “Resenha: A confissão da Leoa, de Mia Couto”

Anúncios
Book Haul

Book Haul… Isso ainda existe? #NOVEMBRO

Olá, leitores!

Ainda existe essa coisa de caixinha de correio? O tal Book Haul não foi extinto?

Aparentemente…  Continue lendo “Book Haul… Isso ainda existe? #NOVEMBRO”

Livros, Resenhas

Resenha: Dias perfeitos, de Raphael Montes, por Carolina Silva.

911djoljkblTítulo: Dias perfeitos

Autor: Raphael Montes

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 278

Ano: 2014

Compre:Amazon | Adicione:Skoob

Sombrio e claustrofóbico, Dias perfeitos é uma história de um amor obsessivo e paranoico que consolida Raphael Montes como uma das mais gratas surpresas da literatura nacional. Após ler seu primeiro livro, Scott Turow, um dos autores policiais de maior prestígio no mundo, disse que Raphael está “entre os mais brilhantes ficcionistas jovens” da atualidade. Em Dias Perfeitos, Téo é um jovem e solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e dissecar cadáveres nas aulas de anatomia. Num churrasco a que vai com a mãe, contrariado, Téo conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Téo fica viciado em Clarice – quer desvendar aquela menina diferente de todas que conheceu. Começa, então, a se aproximar de forma insistente. Diante das seguidas negativas, opta por uma atitude extrema – desfere um golpe na cabeça dela e, ato contínuo, sequestra a garota. Elabora então um plano para conquistá-la – coloca-a sedada no banco carona de seu carro e inicia uma viagem pelas estradas do Rio de Janeiro – a mesma viagem feita pelas personagens do roteiro de Clarice. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador.

Continue lendo “Resenha: Dias perfeitos, de Raphael Montes, por Carolina Silva.”