Resenhas

|Especial Quarteto Smythe-Smith| Por que ler + surpresa!

Olá, leitores!

Publicar a resenha d’Os mistérios de sir Richard não bastava, eu precisava deste post para fechar, de fato, a série. Era para ser um 5 razões para ler, mas as coisas saíram do controle. Necessito discutir com vocês alguns pontos que eu amei e achei interessantes, talvez eles convençam os indecisos a lerem, além de que revelarei uma pequena surpresa para os nossos leitores, espero que vocês gostem! Continue lendo “|Especial Quarteto Smythe-Smith| Por que ler + surpresa!”

Resenhas

|Especial Quarteto Smythe-Smith| Os mistérios de sir Richard, de Julia Quinn

Queridos leitores,

Chegamos ao último livro do Quarteto Smythe-Smith e a reta final do nosso especial da série, talvez não a última postagem sobre o assunto, já que eu ainda estou elaborando uma postagem sobre a série como um todo e mexendo os pauzinhos para descolar um sorteio para vocês ou algo assim. Se eu irei conseguir ou não, é um mistério tal qual o livro de hoje. Um bom segredo sempre dá um sabor a mais em uma boa estória, vocês não acham? Pois eu adoro a antecipação, criar teorias e, se couber, imaginar várias soluções. Parece até um jogo divertido, mas não é bem assim para os envolvidos. Continue lendo “|Especial Quarteto Smythe-Smith| Os mistérios de sir Richard, de Julia Quinn”

Resenhas

|Especial Quarteto Smythe-Smith| A soma de todos os beijos, de Julia Quinn

Olá, leitores!

Hoje é a vez do Hugh!

Ahhhh… Hugh ❤

Gênio matemático, invencível nas cartas – até Daniel Smythe-Smith vencê-lo bêbado – e segundo filho do marquês de Ramsgate, não que este último seja algo a contar como mérito.

Continue lendo “|Especial Quarteto Smythe-Smith| A soma de todos os beijos, de Julia Quinn”

Resenhas

|Especial Quarteto Smythe-Smith| Uma noite como esta, de Julia Quin

Olá, leitores!

Vamos, finalmente, dar continuidade para o especial deste mês. Eu fiquei meio displicente com as resenhas, mas aí comecei a pensar o quanto eu queria falar do Hugh para vocês e, para isso, preciso que vocês conheçam Daniel Smythe-Smith e a idiotice que marcou tanto a vida dele quanto a de Hugh e de diversas pessoas em torno dos dois. Preparados?
Continue lendo “|Especial Quarteto Smythe-Smith| Uma noite como esta, de Julia Quin”

Resenhas

|Especial Quarteto Smythe-Smith| Simplesmente o paraíso, de Julia Quin

Olá, leitores!

Eu estou feliz e agradecida por poder fazer essa resenha para vocês, a primeira do nosso Especial Quarteto Smythe-Smith. Gente, o livro é tão bom e ao mesmo tempo nada demais. Eu fiquei arrebatada ao terminar, precisei dar duas voltinhas no quarto e esparecer. Fechei o livro e pensei, como posso ter gostando tanto de algo tão simples? Espero que consiga explicar o que me conquistou e me fez tomar gosto pela série logo no primeiro livro. Continue lendo “|Especial Quarteto Smythe-Smith| Simplesmente o paraíso, de Julia Quin”

Unboxing

Unboxing + Vem aí um especial de Quarteto Smythe-Smith

Olá, leitores!

Tenho que começar esse post com um pedido de desculpas e terminar com um pedido de desculpas… É que eu gravei um unboxing, que até já tinha desistido de postar, no calor da emoção. Tinha acabado de receber a visita do entregador da Submarino e estava eufórica, e não faz parte das minhas qualidades gravar vídeos mesmo quando no ritmo normal. Balbuciei horrores, dei algumas informações errôneas e tive que cortar suspiros sem fim na hora da edição. Continue lendo “Unboxing + Vem aí um especial de Quarteto Smythe-Smith”

TAGS

|TAG| E Os Bridgertons viveram felizes para sempre…

tag-dos-bridgertons-2

Queridos leitores,

Com o lançamento de E viveram felizes para sempre, chega ao fim a série Os Bridgertons, da renomada, adorada e amada escritora de Romances de Época, Julia Quinn. Foram 9 livros com muitas personagens marcantes, bailes, vestidos e escândalos. Pode até parecer muito definitivo, e até seria, mas a editora Arqueiro confirmou a publicação de diversas séries da autora, sendo que os quatro livros de Quarteto Smythe-Smith serão publicados de uma só vez em fevereiro e, ainda, a própria Quinn fará turnê no Brasil em março para divulgar os novos livros. Continue lendo “|TAG| E Os Bridgertons viveram felizes para sempre…”

Lançamentos, Livros

|RESENHA| E viveram felizes para sempre, de Julia Quinn

resenha-e-viveram-felizes-para-sempre

Olá, leitores!

Você, fã de Harry Potter, que se emocionou ao ponto das lágrimas quando o logo da Warner aparatou na tela do cinema no início do maravilhoso, incrível, extraordinário, Animais Fantásticos e Onde Habitam, eu finalmente consegui captar o sentimento! Para isso, bastou eu ler a sinopse do livro de hoje, dessa série que eu acompanho há anos, que teve um percurso de 8 livros lindos. Ahhh, queridos, não há nada que agarre meu coração como um bom romance de época… Apesar de Eddie Redmayne fazer um trabalho muito bom! Continue lendo “|RESENHA| E viveram felizes para sempre, de Julia Quinn”

Lançamentos, Livros

Lançamentos de Janeiro: Editoras Arqueiro e Sextante + algumas novidades que irão parar seu coração <3

lancamentos-janeiro-banner

O ano mal começou e minha lista de compras é maior que a Muralha da China…

Olá, bookholics, bibliófilos e, neste caso, convém aos bibliomaníacos também!

Nós começamos o nosso ano, aqui no blog, com tudo, mas não pense que fomos os únicos. A Editora Arqueiro tinha que começar o ano dela com classe, não é mesmo? Além de publicar novas histórias, a editora está dando uma cara nova para os livros antigos. Tem umas coisas de parar o coração que irei falar mais para o final deste post. Por agora, quero revelar a vocês os lançamentos e as previsões para os próximos meses. Tem muita coisa legal, bem como fantásticas e incríveis que eu estava esperando por mais de um ano! Continue lendo “Lançamentos de Janeiro: Editoras Arqueiro e Sextante + algumas novidades que irão parar seu coração <3”

Resenhas

|RESENHA| Segredos de uma noite de verão, de Lisa Kleypas

Segredos de uma noite de verão

Olá,

Para quem não sabe, Lisa Kleypas é minha rainha dos Romances de Época publicados pela editora Arqueiro — vamos tirar Loretta Chase da equação, ainda não vi todo o poder dessa escritora para poder colocá-la no lugar mais alto do pódio. No ano passado, quando recebi o convite da Editora Arqueiro para ser mediadora, eu tive o prazer de ler tudo do gênero que a editora tinha publicado até então. E, eu não me canso de repetir isso, Os Hathaways se tornou de cara a minha favorita. Imagina como eu fiquei feliz de que a editora publicaria a série As quatro estações do amor, estórias antecedentes aos acontecimentos em Os Hathaways, e eu nem podia me segurar de tanta ansiedade. Agora estou ansiosa é pela continuação e por mais jogos de ¹rounders de ²calças curtas!

“- Eu nunca tinha pensado em uma caça a marido como um esporte de equipe.”

-Annabelle, p.24

Annabelle PeytonLilian e Daisy Bowman e Evangeline Jenner passaram toda a temporada de 1843 levando chá de cadeira, não é a primeira temporada de nenhuma delas e nem a primeira em que elas passaram exatamente do mesmo jeito. Alguns poderiam dizer que elas cansaram de fingir não estarem chateadas por não serem chamadas para dançar ou que seu estado deplorável de solteirice iminente pode ter sido o estopim para que elas finalmente se falassem e acabassem se unindo em esquema de caça a marido. Um esquema em que vale qualquer coisa para ajudar umas às outras a encontrarem um bom marido que se encaixe em suas muitas exigências.

Para Annabelle Peyton arranjar um marido deveria ser fácil, ela é uma mulher de grande beleza e muito bem-educada, mas sua família está beirando a falência. Sem um dote e prestes a completar 25 anos, a situação dela é desesperadora. Desesperadora ao ponto de sua mãe ter que se submeter à “caridade” de um amigo de seu falecido pai, mas não desesperadora o suficiente para Annabelle aceitar os convites para se tornar amante de alguns lordes, que não veem a hora de conseguirem meter as mãos nela em troca de suas “assistências”, ou aceitar as investidas persistentes do Sr. Simon Hunt.

Annabelle quer se casar com um nobre rico. Ter um título definirá as festas para as quais ela será convidada, a escola que os filhos frequentarão, as amizades que ela terá. O que Annabelle não que enxergar, assim como muitos nobres, é que o mundo ao seu redor está se modificando. A era dos nobres está em derrocada, pouco a pouco as fortunas familiares estão desaparecendo, os nobres se prendem aos velhos vícios e não querem correr riscos. É neste momento que um novo grupo está acendendo rápido e acumulando poder e riqueza tanto na Europa quanto nas Américas: os empresários envolvidos na Revolução Industrial. Pessoal como Simon Hunt, que tem milhares de investimentos, assim como uma linha de montagem de trens na Inglaterra.

Simon é bonito, charmoso e tão rico que é impressionante, mas ele não tem um título. Longe disso, Simon é filho de uma família de açougueiros simples que leva uma vida cômoda. É claro que ele tinha que ser rebelde e não seguir a profissão de seu pai assim como seus irmãos, ele queria mais e aos poucos encontrou seu caminho. Mesmo que ele transite em algumas festas da Sociedade, ele de forma alguma consegue se misturar. Falta uma certa educação, uma insensibilidade e um ar entediado, que só vêm das pessoas de berço. Porém, Simon é detentor de uma arrogância cômica e um charme que atrai Annabelle.

Aí você pode pensar que As solteironas, apelido carinhoso do grupo caça-marido, iriam pegar o caminho mais fácil e tentar fisgar Simon para Annabelle. Só que Simon é tão inadequado para os padrões que tentar mantê-lo afastado de Annabelle se torna um trabalho secundário enquanto a própria tenta sua última oportunidade de conseguir um bom casamento com um lorde, mesmo que o suposto pretendente não seja seu marido ideal. Enquanto Annabelle atira sua última carta, Simon vai assistir tudo de camarote e ainda rir das desventuras das mulheres. Mesmo que ele queira Annabelle, ele irá deixá-la cortejar seu pretendente, mas não espere que ele não vá fazer suas próprias armações para ficar sozinho com Annabelle nesse meio tempo e tirar uma casquinha.

Uma das características que eu adoro na Lisa Kleypas é que ela consegue criar mocinhos anticonvencionais para o século XIX e ainda manter todo o charme que um Romance de Época precisa ter e, ainda por cima, as protagonistas sempre tem um quê feminista. Além disso, a autora conseguiu criar um laço de verdadeira amizade entre as mulheres, cada cena que elas se reuniam era diversão na certa e uma boa dose de comprometimento com a causa. Segredos de uma noite de verão é um livro engraçado e com um casal com medidas perfeitas, a série começou muito bem. Era uma vez no outono, segundo volume, tem previsão de lançamento para janeiro. Ainda não inventaram a máquina do tempo?!


Segredos de uma noite de verão

Ficha técnica

Título: Segredos de uma noite de verão (As Quatro Estações do Amor #1)

Autor (a): Lisa Kleypas

Editora: Arqueiro

Páginas: 285

Ano: 2015

Sinopse:

“Um romance excelente”. – Publishers Weekly

Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.

Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle.

No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz.

As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon… e descobre que o amor é um jogo perigoso.

No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar.


Então é isso por hoje, até mais!

Beijos, May

¹rounders – antecessor do Basebol jogado no séc. XIX

²calças curtas – roupa debaixo